20/06/2019
26ºC Maceio, Tempestades
(82) 99620-8008

Notícias

02/01/2019 19:39
Polícia
Mulher que ficou desaparecida por 28 dias diz que saiu de casa para “espairecer”

Foi ouvida nesta quarta-feira, 02, a mulher de 54 anos que ficou desaparecida por 28 dias, após sair de casa, no conjunto Benedito Bentes II, na parte alta de Maceió. Maria Aparecida Liberato Cardoso disse que saiu de casa por vontade própria, pois queria realizar um passeio.

 

O delegado Thiago Prado, titular da Seção Antissequestro, da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC/GRE), da Polícia Civil de Alagoas, ouviu a mulher, que possui problemas mentais. Ela esclareceu que “não contou aos filhos porque tinha receio de eles proibirem, e por essa razão deixou apenas um bilhete com poucas informações”.

 

Com base nas notas fiscais encontradas com Maria Aparecida, a polícia identificou que, ao longo desse mês, ela esteve nas cidades de Arapiraca, Aracaju (no estado de Sergipe) e, por fim, Atalaia/AL.

 

Ela retornou para sua residência, sem apresentar sinais de agressão e ainda trazia consigo parte da quantia em dinheiro que levou. Diante desses elementos, o delegado concluiu o caso por não observar indícios de prática de crime.



Thiago Prado diz, no entanto, que fica o alerta para os familiares de pessoas com transtornos mentais, para que não deixem os parentes sozinhos nessa condição, para não correrem o risco de serem vítimas desse sofrimento desesperador que é o desaparecimento de pessoa.

 

Maria Aparecida ficou desaparecida do dia 30 de novembro de 2018 até o dia 28 de dezembro de 2018, quando voltou para casa por vontade própria, após forte apelo feito pela família, que chegou a oferecer recompensa, para localizá-la.

 

 

Fonte:  Redação, com PC/AL

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia