14/12/2018
26ºC Maceio, Tempo limpo
(82) 99620-8008

Notícias

30/11/2018 09:47
Educação
Escola de Alagoas é case de sucesso entre as melhores práticas em gestão escolar do Brasil
Educadoras da rede estadual apresentam experiências exitosas, em São Paulo, durante seminário da Fundação Lemann
/ Foto: Cortesia Escola Maria Amélia

Alagoas está vivendo e escrevendo uma nova história para a educação pública. Além da comprovada melhoria dos índices educacionais, as escolas públicas alagoanas têm sido convidadas a apresentarem suas experiências pelo Brasil. Na última semana, o Seminário de Boas Práticas de Gestão Escolar 2018, evento promovido pela Fundação Lemann em São Paulo, contou com a participação da Escola Estadual Maria Amália, do bairro Rio Novo, em Maceió. A unidade apresentou o case de sucesso “Combatendo a indisciplina com foco na melhoria da aprendizagem”.

 

 

O estado também foi representado pela Escola Municipal Vereador José Wilson Melo Nascimento, de Coruripe, campeã no Ideb 2017 (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) com índice de 9,9, o melhor do país. Na seminário, a gestora Silvania Gouveia participou do debate intitulado “Aqueles que fazem a diferença na educação: foco no diálogo e no trabalho em equipe".

 

 

Uma das mais importantes organizações educacionais do país, a Fundação Lemann também é parceira da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) em uma ação que visa melhorias nos índices educacionais alagoanos e no processo de gestão da aprendizagem. Dentre as atividades desta parceria está o curso de Gestão de Aprendizagem ofertado para gestores da rede estadual desde 2016. Neste curso, são discutidas metodologias para aperfeiçoar a gestão escolar, proporcionando melhorias na aprendizagem de alunos.

 

 

O seminário da Fundação Lemann contou com a participação do Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, que abordou políticas públicas; da educadora Tracy-Ann Hall, da Jamaica, eleita uma das dez melhores educadoras do mundo pelo Prêmio Global Teacher Pieze 2017; e do professor norte-americano James Liebman, apresentando “A aprendizagem Evolutiva”, que mostra as experiências das escolas de Nova York.

 

 

Experiência enriquecedora

 

 

A Escola Estadual Maria Amália é uma das unidades que participou do curso de Gestão de Aprendizagem. Junto às escolas estaduais Educador Paulo Jorge dos Santos Rodrigues, do Tabuleiro do Martins, e Professora Ana Coelho Palmeira, de Jacarecica, ela foi pré-selecionada para participar do seminário da Fundação Lemann. Por ter sido a mais votada entre as três unidades, ela foi escolhida junto a sete outras instituições do país para apresentar seu plano de ação “Combatendo a indisciplina com foco na melhoria da aprendizagem”, resultado de dois anos do curso de formação para gestores.

 

“Nós tínhamos problemas de indisciplina. Durante o ano de 2017, a partir destas formações, uma equipe estratégica composta por professores, funcionários, pais e alunos elaborou e pôs em prática este plano de ação que conseguiu reduzir 90% dos casos e ainda aumentar o Ideb de nossa escola, que saiu de 2,8 para 5,3 nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental”, explicou a gestora-geral, Taciana Gomes.

 

 

A articuladora de Ensino da escola, Vânia Carlos, destaca que a participação no seminário foi uma experiência enriquecedora. “Faltam palavras para descrever tudo o que foi vivido nesse seminário. Todas as atividades foram organizadas para a promoção de metodologias para melhoria da educação pública. Foi um orgulho estar presente em um evento tão importante e representar Alagoas e a nossa escola. Isso nos deixa ainda mais motivadas”, afirmou Vânia Carlos.

 

 

 

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Educação