14/12/2018
26ºC Maceio, Tempo limpo
(82) 99620-8008

Notícias

06/12/2018 13:29
Polícia
Mulher que foi violentada com um cabo de vassoura pretendia retirar queixa
O marido, Manoel Messias, introduziu um cabo de vassoura na vagina da esposa após uma crise de cíumes

Após passar dois dias internada, Simone Maria Silva do Nascimento prestou depoimento na Delegacia de São Luís do Quitunde, onde manifestou o desejo de retirar a queixa contra o marido Manoel Messias, que a violentou e introduziu um cabo de vassoura na vagina dela durante uma briga entre o casal. As informações foram repassadas pelo chefe de operações da delegacia, José Mariano.

 

De acordo com ele, Simone prestou depoimento nessa quarta-feira (5), onde confirmou que o esposo, Manoel Messias Gonçalo, preso desde a última terça-feira (4), foi o autor da agressão, mas que queria retirar a queixa contra ele.

 

"Infelizmente, é uma realidade. A mulher é vítima de agressão do marido e depois fica se sentindo culpada e quer retirar a queixa. Eu e o delegado explicamos pra ela que isso não seria mais possível. O crime foi constatado e já se tornou inquérito. Agora ele vai permanecer preso à disposição da justiça", explicou.

 

Ainda de acordo com José Mariano, a vítima relatou, em depoimento, como tudo aconteceu e que o marido tentou apagar as provas do crime.

 

"Ela contou, em depoimento, que os dois estavam em um bar na cidade onde um homem supostamente estava dando 'em cima' dela. Foi então que o acusado ficou com ciúmes e a carregou até em casa. No quarto, ele a agrediu e introduziu o cabo de vassoura na vagina dela. A cama ficou toda ensanguentada, assim como o chão do quarto. Ele a socorreu e em seguida voltou para limpar tudo, só que mancha de sangue é difícil de sair e, ao chegarmos na residência, encontramos o vestígio do crime", contou.

 

Mariano também relatou que o cabo de vassoura foi apreendido, além dos lençóis sujos de sangue.

 

 

Fonte: rádiogazetaweb

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polícia