16/12/2018
25ºC Maceio, Parcialmente nublado
(82) 99620-8008

Tia dentista / Karla Dayanna

Quem é Karla Dayanna? Karla Dayanna Tavares Cavalcante é formada em Odontologia pelo Centro Universitário CESMAC, em Maceió e especialista em Odontopediatria pela Associação Brasileira de Odontologia de Alagoas.
18/12/2016 20:44:30
BRUXISMO NA INFÂNCIA
Olá pessoal tudo bem??? Hoje o assunto será sobre o Bruxismo infantil, que ultimamente tenho tido bastante casos no consultório e tem gerado grande preocupação dos pais, pois tem se tornado cada vez mais frequente. O Bruxismo é o movimento de apertamento ou ranger dos dentes, isso pode ser consciente ou inconsciente e acontecer pelo dia ou durante a noite. Com relação a etiologia, de acordo com a literatura o bruxismo pode ter diferentes causas, mas normalmente está relacionado ao nível de estresse ou algum problema que o paciente vem enfrentando. Então, crianças que apresentam ansiedade, preocupação, crianças que estão sobrecarregadas de atividades, responsabilidades, apresentam tendência a desenvolver esse tipo de problema. Alguns estudos apontam que fatores genético também são relevantes. Fatores oclusais, que são quando interferências dentais impedem que a mordida tenha um bom encaixe, também pode levar o aparecimento do bruxismo. Fatores sistêmicos como problemas respiratórios, renite etc, podem contribuir e causar o bruxismo nas crianças. O bruxismo se não tratado acarretará em desgaste dos dentes, podendo até levar a perda dos mesmos. Problemas na articulação (ATM), dor de ouvido, dores de cabeça e dores nos músculos da face. COMO TRATAR? A literatura sobre o bruxismo infantil é escassa e não existem certezas sobre as causas, nem fórmulas mágicas para eliminar rapidamente o hábito. Assim cada paciente deve ser avaliado de forma individual pelo odontopediatra, para que seja planejado o tratamento adequado. Se a causa for problemas oclusais (encaixe dos dentes), um ajuste oclusal ou uso de aparelho ortodôntico pode ser necessário. Uso de plaquinhas se silicone ou de acrílico também pode ser indicado a depender do caso. Algumas vezes pode ser necessário a ação de outros profissionais da saúde como: psicólogos, otorrinolaringologista, fonoaudiólogos e fisioterapeutas. A idade para se começar algum tratamento vai depender da gravidade do caso e da maturidade da criança. Sempre procure um especialista para maiores esclarecimentos. Espero que tenham gostado da postagem de hoje!!! Até a próxima, Beijoooos
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:
O site F5 Alagoas não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Karla Dayanna