20/04/2024
30ºC Maceió, AL Parcialmente nublado
(82) 99699-6308

Editorias

31/01/2024 21:00
Cidades
Prefeitura de Palmeira assina ordem de pagamento de recursos da Lei Paulo Gustavo

 Na tarde desta quarta-feira (31) foi realizado, no auditório da Escola Municipal Professora Marinete Neves, a assinatura da ordem de pagamento para os agentes culturais contemplados com os editais municipais da Lei Paulo Gustavo (Lei Complementar número 195, de 8 de junho de 2023), que incentiva o fomento à cultura. Ao todo, foram contemplados 50 projetos para desenvolver e executar os seus trabalhos, impulsionando a cultura local.

Serão destinados R$ 650 mil para apoiar 50 projetos culturais da cidade. O município também formalizou outros dois editais. O edital Jofre Soares é destinado ao apoio à produção, formação e difusão em audiovisual. O segundo edital é o prêmio Mestra Dominícia Maria, dedicado às linguagens culturais de Palmeira dos Índios.

O secretário de Cultura destacou o maior investimento cultural já visto no município. “Tratar de Cultura é sempre uma reflexão e estamos assinando hoje o maior investimento para a Cultura já visto em Palmeira dos Índios. Este investimento vai ficar na cidade, com os trabalhos de vocês. Vocês têm uma Secretaria de Cultura para vocês e, aliado a isso, o Ministério da Cultura. O ano de 2024 será um ano muito frutífero para a Cultura na nossa cidade, e ainda digo que em oito ou dez meses poderemos lançar um festival com essas produções. Parabéns a todos os que tiveram os trabalhos aprovados”, disse o secretário.

A cultura, expressa através da arte, música, tradições e manifestações sociais, promove a diversidade e enriquece a identidade de uma comunidade. O prefeito Júlio Cezar parabenizou o trabalho da Cultura e falou do desafio de fazer cultura. “Não é fácil fazer cultura, é uma área muito crítica, ampla e é isso que faz o município uma cidade tão diversificada. Parabéns a todos da Cultura. Estamos falando de 50 projetos que irão receber o incentivo. Não é fácil, não é só transferir o recurso. Vocês irão prestar contas e não tenho dúvida de que serão trabalhos muito ricos. Quero muito dizer da alegria que agora, em fevereiro, iremos reabrir a Casa de Graciliano Ramos. Depois de 20 anos, conseguimos atender às exigências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, e nós caprichamos muito. Estou feliz porque o projeto contempla pastoril, reisado, quilombolas, música e o povo Xucuru-Kariri. Tudo isso é para vocês investirem nessa área multicultural”, finalizou o prefeito.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Cidades